domingo, 30 de setembro de 2012

Bem querer faz bem


Conversamos sobre sorrisos, feitiços e antigos amores. Atualmente, nossas conversas ainda refletem sorrisos e feitiços, entretanto, o único amor mencionado é o que estamos cultivando e construindo. E nossa, és um jardineiro-pedreiro de mão cheia, querido.
Os dias não são rotineiros ao teu lado. Você sempre traz uma novidade escondida no bolso, uma música no violão que me deixa anestesiada, ou uma piada maluca pra me arrancar gargalhadas. Sim, ando muito feliz por sermos “nós”.
Percebo o quanto me prezas e isso me causa um bem estar enorme. Quando estamos prestes a nos desentender, arranja um jeito rápido para que isso não se prolongue. Evita que o mal se estabeleça e roube nosso tempo. E olha que sou muito, muito teimosa. Mas isso você desdobra tão fácil que... Ah, às vezes não é pra ser tão fácil assim!
De qualquer forma, eu agradeço por cada momento ao teu lado, cada respiração, cada suspiro. Olho para seu rosto e adoro perder minhas mãos em seus cabelos. Não acredito que você me completa, nem vice-versa. Mas tenho certeza que me atribui muito. Que juntos somamos atos que nos diferenciam de forma positiva. Que bom que isso é real.
Não temos prazo de validade, longe disso. Creio que nossa durabilidade é indeterminável. No entanto, enquanto estivermos juntos espero proporcionar coisas boas a ti, e não más. “Que você seja meu bem, e não meu mal”.
Espere, falta uma coisa: é maravilhoso acordar, olhar para o lado, enxergá-lo e sacudi-lo dizendo “Bom dia, meu amor. Já está na hora!”.

Um comentário:

Isaias Cardoso disse...

Após 8 meses, continuo dizendo:
- você é um presente para mim.